Como apoiar:
1. Crie sua conta ou faça login, também através das redes sociais.
2. Escolha abaixo a recompensa, o valor que quer apoiar e finalize seu pedido.
3. Escolha a plataforma de pagamento ou boleto, todas são muito seguras. 
4. Espalhe para os amigos que você apoiou esse projeto nos botões de compartilhamento abaixo!
5. Se tiver dúvida nos mande um e-mail.


Imagem promocional do show


570

pessoas apoiando

R$ 62.370,00

atingidos de R$ 70.000,00

é o tempo restante para comprar

Apoie



Campos Neutrais será o primeiro disco de Vitor Ramil gravado em Porto Alegre. Depois de sete anos sem lançar um disco de inéditas (Délibáb é de 2010), o compositor, cantor e escritor reuniu quinze poderosas canções e concebeu uma formação musical muito original para produzir esse novo trabalho: basicamente percussão, quinteto de metais (tuba, trombone, dois trompetes e trompa) e os violões de Vitor. Veja a seguir quem serão os músicos e as demais participações. Simultaneamente ao disco será lançado um songbook homônimo, com o repertório do novo trabalho. Será um livro com o mesmo nível de detalhamento e qualidade técnica do songbook anterior de Vitor, mas dessa vez a edição será do próprio compositor.

Em texto recente Vitor Ramil apresentou esta campanha de financiamento coletivo e explicou o sentido do nome do novo disco. Resumindo: os Campos Neutrais foram uma zona territorial neutra, definida de comum acordo em 1777 pelos impérios de Espanha e Portugal. Concebida originalmente como uma espécie de faixa-fronteira que atravessava o Rio Grande do Sul no sentido sudeste-noroeste, foi sua porção mais ao sul que entrou para a história como a dos Campos Neutrais por excelência: a extensa região onde atualmente estão as cidades de Chuí e Santa Vitória do Palmar. Graças à rica mistura humana, ocorrida em grande parte à revelia das determinações oficiais dos reinos envolvidos, os Campos Neutrais tornaram-se emblemáticos da condição de fronteira do Rio Grande do Sul e do temperamento de seu povo. Na geografia, são hoje simbolizados principalmente pela reserva ecológica do Taim e seu entorno. No imaginário contemporâneo, abrigam ideias como liberdade, diversidade humana e linguística, miscigenação, comunhão, criatividade, fantasia e realidade, anti-oficialismo, anti-xenofobismo, inconformismo ou subversão, afirmando-se dessa forma também como uma reserva ecológica cultural.

Foi com a intenção de corresponder a esse significado dos Campos Neutrais que Vitor Ramil reuniu as quinze canções mencionadas acima. O álbum terá três idiomas, português, espanhol e inglês; milongas e canções de muitos acentos e sotaques; parcerias com o paraibano Chico César e o maranhense Zeca Baleiro, com o poeta de Belém do Pará Joãozinho Gomes, com a poeta pelotense Angélica Freitas; música para poema do português Antônio Boto; uma versão para um clássico do norte-americano Bob Dylan, outra para uma canção do galego Xöel Lopez; letras que fazem referência a Satolep, Montevideo, Punta del Diablo, Buenos Aires, Belém do Pará, Barcelona, Londres, Hermenegildo e aos próprios Campos Neutrais; participações vocais dos mesmos Chico e Zeca e de Gutcha Ramil, sobrinha de Vitor; percussões do argentino Santiago Vazquez; naipe de metais do Quinteto Porto Alegre; arranjos de metais do porto-alegrense Vagner Cunha; guitarra elétrica do também porto-alegrense e "apanhador só" Felipe Zancanaro; violão do buenairense del suburbio Carlos Moscardini. Os demais violões, voz e produção musical serão de Vitor Ramil. O engenheiro de som Moogie Canazio virá dos EUA para comandar as gravações, que acontecerão em Porto Alegre no recém-construído estúdio Audio Porto. O songbook será feito pelo gaúcho Fabrício Gambogi e a programação visual do disco e do songbook pelo carioca Felipe Taborda. Rica mistura humana!

No ensaio A estética do frio (2003), Vitor escreveu que no Rio Grande do Sul não estamos à margem de um centro, mas no centro de uma outra história. Agora ele afirma que esse projeto será, artística, cultural, espiritual e geograficamente, a melhor ilustração que ele poderia produzir dessa ideia.

Em seu texto de apresentação dessa campanha Vitor reafirmou seu ponto de vista em relação ao significado da mobilização do público em torno da ideia de um artista. Considera que o mais importante desse tipo de campanha são os ganhos subjetivos imensuráveis de ambas as partes. O público deixa de ser um passivo consumidor para tornar-se agente de uma produção em que acredita; o artista, por sua vez, transfere para suas performances toda a força dessa mobilização. A comunicação e a confiança mútua aproximam público e artista. Não é pouco para os dias de hoje.

Isso não significa que o financiamento não é importante para a realização desse projeto. A meta de arrecadação da campanha é de R$ 70.000. O custo do álbum Campos Neutrais é muito mais alto, mas o comparecimento antecipado do público através dos apoios dará mais liberdade de movimentos ao artista e sua produção, já que o projeto não conta com qualquer tipo de financiamento, público ou privado. O dinheiro arrecadado na campanha, atingindo ou não a meta ou superando-a, será utilizado nas fases de pré-produção, gravação, mixagem, masterização, criação de material gráfico, fabricação do disco, edição do livro e divulgação. Estão incluídos itens como pagamento de músicos, arranjos, partituras, produtores executivos, filmagem das gravações e edição de vídeos para os apoiadores, técnicos, equipamentos, estúdios, designer gráfico, divulgadores, releases, fotografias, hotel, passagens aéreas, transporte terrestre, alimentação, embalagens, correio nacional e internacional.

Como aconteceu na exitosa campanha anterior do Traga seu Show com Vitor Ramil e seu disco Foi no mês que vem, o artista escreverá aos apoiadores relatos frequentes sobre o álbum e sua produção, além de eventualmente falar ao vivo pela internet para contar as novidades da produção. As sessões de gravação e seu entorno serão documentados em vídeo e posteriormente enviados aos apoiadores.

Sejam bem-vindos aos Campos Neutrais!

*Leer en
español PDF
**Campos Neutrais por Vitor Ramil en español PDF

Detalhes das recompensas
Especificações do microfone Neumann KMS 105
Especificações do violão Taylor 815ce

Créditos
Foto: Nauro Junior / Satolep Press
Vídeo: Isabel Ramil

Contato
satolepmusic@gmail.com